Frente parlamentar realizará ato pela proibição de animais em teste de cosméticos

07/05/2014 - Parlamentares querem discutir métodos substitutivos, mais baratos e eficazes, como os realizados pela União Europeia, que encerrou esses testes em 2009 A Frente Parlamentar do Congresso Nacional em Defesa dos Direitos Animais realiza nessa quarta-feira (7) ato público em favor da proibição de testes em animais para o desenvolvimento de cosméticos. A frente parlamentar quer discutir métodos substitutivos, mais baratos e eficazes, como os realizados pela União Europeia, que encerrou esses testes em 2009. O ato público é organizado por iniciativa do coordenador da frente, deputado Ricardo Izar (PSDB-SP). Ele é autor do projeto que proíbe testes em animais para o desenvolvimento de cosméticos no Brasil (PL 6602/13). Foi convidado para o evento o coordenador da organização não governamental Cruelty Free International, Frank Alarcón. Essa ONG defende a proibição dos testes animais na cosmética em todo o mundo. O ato público está marcado para as 16 horas, no Hall da Taquigrafia. Íntegra da proposta: § PL-6602/2013 (Agência Câmara)
Fonte: Jornal da Ciência


Comentários da notícia