Formaturas unificadas se tornam opção para estudantes de EAD

O Ensino Superior no Brasil, com a popularização da internet, tem moldado a Educação de diferentes formas: praticamente um rito de passagem, a formatura era um momento realizado com a devida pompa. Já não é mais o caso, uma vez que nem todos optam pela festa quando estudam na modalidade EAD (Educação a Distância). Mas e quanto a quem quer, mesmo assim, realizar uma formatura? Para eles, um novo segmento de mercado surgiu: o das formaturas unificadas, criadas por espaços de eventos especializados.


Apesar do nicho das formaturas abocanhar aproximadamente 10% do mercado de festas sociais – que movimentou R$ 18,6 bilhões em 2018, segundo dados da Abrafesta – o mercado é desafiador e competitivo, por isso ideias novas são essenciais. “Observamos uma oportunidade e, a partir disso, oferecemos um novo conceito de festas de formatura: estamos unindo um conjunto de pessoas interessadas em se formar que, não necessariamente, fazem parte de uma turma ou estão no EAD”, conta Ademar Pereira, proprietário do Torres Eventos, empresa que conta com espaços multiusos em Curitiba, fundado há 10 anos.


As turmas EAD são formadas majoritariamente por alunos que se encontram esporadicamente e, na maior parte do tempo, estudam em suas residências ou no tempo livre do trabalho. Atualmente cerca de 1,5 milhão de brasileiros ingressam na modalidade, o que representa atualmente 18,6% do número total de matrículas – conforme dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Legislação e Documentos (Inep).


Facilidade que surge por uma necessidade


Essa movimentação faz com que alguns locais como o Torres Eventos sejam mais do que espaços para locação de eventos: com a festa unificada, são oferecidos pacotes de personalização e atrações de acordo com o desejo e bolso de cada cliente. “As pessoas, hoje em dia, não querem se preocupar com algumas coisas e, por isso, terceirizam determinados serviços”, diz Pereira. “Nesse sentido, nosso papel é promover facilidade, personalização – em que cada evento é único, e sem ela precisar se preocupar com nada. Além disso, promovemos também, o melhor evento, com a melhor qualidade, e de acordo com a disponibilidade econômica de cada um”.


Uma formatura com 1 mil pessoas, por exemplo, exige um trabalho que surpreende muita gente: são necessários 250 profissionais – entre garçom, limpeza, segurança, cozinha, salão e técnicos – para garantir que tudo transcorra dentro do esperado. “Organizar um almoço para esse pessoal que trabalha já se torna um pré-evento”, brinca o executivo.


Curadoria presente e inovação observando o mercado


Há três anos, o Torres Evento realiza as formaturas customizadas. “Todo mundo que não tem turma, baile ou algo assim no momento da formatura, nós convidamos e fazemos uma festa nossa”, detalha. “Neste ano, consolidamos esse trabalho e tivemos quase 50 formandos em um evento enorme. Definitivamente é uma tendência que veio para ficar, com o EAD”.


Os pacotes para esse tipo de formatura são individuais: cada aluno fecha individualmente, de forma personalizada, o pacote da festa que mais lhe agradar. As atrações, é claro, são fixas. “Chegamos ao consenso de como será a festa a partir de um pacote que é definido coletivamente”, conta Pereira. “Assim, acreditamos que as formaturas podem se tornar cada vez mais uma busca individual do que coletiva. É uma questão cultural que já tem se tornado partes dos novos estudantes”.


Fonte: https://ecommercenews.com.br/noticias/dicas/formaturas-unificadas-se-tornam-opcao-para-estudantes-de-ead/


Comentários da notícia