Brasileiros se preparam para etapa nacional do Parlamento Juvenil do Mercosul

03/05/2014 - Estudantes do ensino médio matriculados em escolas da rede pública de todo o País se preparam para participar das eleições para o próximo Parlamento Juvenil do Mercosul, biênio 2014-2016. Este ano, o encontro nacional acorre em Vitória, no Espírito Santo, entre os dias 4 a 7 de junho. Cada unidade da Federação seleciona três estudantes para o evento. A ideia é que, ainda este ano, os brasileiros encontrem demais estudantes de países que integram o Mercosul, Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela para discutir propostas de melhoria e rumos para a educação latino-americana. Os espaços de debate contam com reflexões sobre inclusão educativa, gênero, jovens e trabalho, participação cidadã dos jovens e direitos humanos. O MEC (Ministério da Educação) é responsável pela seleção dos alunos brasileiros que irão representar o País no Parlamento. Para as escolhas, é feita uma parceria com as Secretarias de Educação Estaduais e do Distrito Federal. Marco na vida dos participantes A experiência de ter sido parlamentar juvenil do Mercosul, de 2012 até este ano, marcou Bruno Ferreira Lima, estudante de geografia na Universidade Estadual de Alagoas. Minha vida está ligada à educação; sempre tive o sonho de ser professor. Para mim [participar do Parlamento] foi um divisor de águas para conseguir realizar o meu sonho, salienta. Ao se candidatar, Bruno tinha noção da importância do Mercosul, por ser um bloco econômico, mas não tinha noção da importância de representar seu estado em níveis nacional e continental. Quando venci a etapa nacional e fiz a primeira viagem para uma reunião do parlamento, na Colômbia, ganhei reconhecimento não apenas deles, mas de todos os cidadãos de Arapiraca. Eu me senti um verdadeiro político ao apresentar a plataforma de candidato, tendo de elaborar propostas, participar de debates e fazer campanha para vencer a etapa nacional, relata. Como professor, Bruno espera contar a experiência e estimular os jovens. Ele garante ter amigos em vários pontos do Brasil e em países da América do Sul. Espero que todos melhoremos de vida para que possamos nos reunir, sem compromisso, e comemorar os frutos de nossa luta por mais educação e projetos que nos propiciem intercâmbio.
Fonte: R7 Notícias.


Comentários da notícia