Bolsas da Europa fecham em queda com investidores vendendo ações

03/05/2014 - As ações europeias recuaram com investirdores vendendo papeis por conta de preocupações com os confrontos na Ucrânia, que podem piorar no fim de semana. Com isso, eles optaram por vender as ações e embolsar os lucros acumulados graças à onda de fusões e aquisições. O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, fechou com queda de 0,27%, a 1.351 pontos. Ele havia avançado ligeiramente após dados de emprego nos Estados Unidos melhores do que o esperado, mas depois investidores começaram a realizar lucros no final do pregão. Rebeldes pró-Rússia derrubaram dois helicópteros ucranianos nesta sexta-feira e Moscou acusou Kiev de lançar um ataque "criminoso" que acabou com a esperança de paz. Fusões e aquisições continuaram a impulsionar vários setores. A Deutsche Telekom subiu 1,1% após rumores de que a Sprint Corp procurou bancos para financiar sua proposta pela T-Mobile, cuja maior parte pertence à operadora alemã de telecomunicações. O grupo de telecomunicações francês Iliad avançou 4,9% e o conglomerado Bouygues ganhou 4,2%, impulsionados por especulações sobre um acordo "A série de acordos recentes mostra uma mudança de sentimento das empresas. O fato de elas estarem começando a comprar significa que têm melhor visibilidade sobre a economia", disse o chefe de vendas quantitativas do Global Equities David Thebault. Em Londres, o índice Financial Times avançou 0,2%, a 6.822 pontos. Em Frankfurt, o índice DAX caiu 0,49%, para 9.556 pontos. Em Paris, o índice CAC-40 registrou queda de 0,65%, a 4.458 pontos. Em Milão, o índice Ftse/Mib perdeu 0,01%, para 21.782 pontos. Em Madri, o índice Ibex-35 subiu 0,15%, a 10.474 pontos. Em Lisboa, o índice PSI20 valorizou-se 0,99%, para 7.530 pontos.
Fonte: G1 - RJ


Comentários da notícia