Esforço em participar

18/01/2014 - Estudo indica que famílias de áreas vulneráveis prezam a educação, mas encontram dificuldades na comunicação com a instituição escolar Como em quase todas as dimensões da educação brasileira, o tema da participação também sofre os desvios da desigualdade, quando se olha para o que ocorre nas redes públicas, especialmente as que atendem as populações vulneráveis. Não porque as famílias não deem importância para a educação, preconceito que se repete à exaustão, mas porque as dificuldades são ainda maiores do que nas instituições que atendem a classe média e alta. Esse quadro aparece com nitidez em uma pesquisa recentemente publicada pela organização social Cenpec - Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária. O estudo de caso, denominado Esforços educativos de mães num território de alta vulnerabilidade social, dá voz a atores pouco ouvidos, quando se fala dos problemas da escola pública: as mães.
Fonte: Revista Educação


Comentários da notícia