Veja como criar o seu próprio curso à distância

15/04/2014 - Você acredita ter o conhecimento necessário para oferecer cursos à distância? Veja 5 passos para criar um e-learning de qualidade Se você quer criar um curso via internet, é imprescindível ter o conhecimento necessário para isso O e-learning é uma tendência que cresce a cada dia mais. Não é raro vermos cursos à distância sobre diversos temas e níveis de complexidade. Por isso, se você acredita que pode oferecer algo de diferente para estudantes, veja 5 passos para criar o seu próprio curso à distância: 1 – Entenda as necessidades Mesmo que você tenha um conhecimento ótimo em um assunto, pode ser que já existam cursos que abordem este tema. Por isso, é essencial que você faça duas perguntas a si mesmo: vou oferecer algo realmente importante? Existe alguém fazendo a mesma coisa? Se as respostas forem satisfatórias, é uma boa ideia investir no e-learning. 2 – Fale com outros profissionais Este passo é importante principalmente para quem não trabalha com a docência. Se você conhece bastante sobre um assunto, mas não possui a didática necessária para criar um curso, peça ajuda a um professor. Ele poderá ajudá-lo a criar planos de aulas, elaborar exercícios e realizar avaliações. 3 – Converse com possíveis estudantes Procure pelo público-alvo do seu curso e descubra o que eles iriam gostar de aprender por meio da internet. Veja quais assuntos devem ser mais abordados, como funcionaria o processo de avaliação, entre outras coisas. Conversar com as pessoas que assistirão às suas aulas é a melhor maneira de criar algo de qualidade. 4 – Conheça as tecnologias Se você quer criar um curso via internet é imprescindível ter o conhecimento necessário para isso. Por isso, não deixe de estudar sobre as últimas tecnologias, como utilizá-las e, principalmente, como consertar possíveis erros no sistema. 5 – Entre em contato com instituições de ensino Depois que o seu curso estiver pronto, é hora de divulgá-lo. Para isso, é interessante que você entre em contato com escolas ou universidades que possam estar interessadas naquilo que você oferece.
Fonte: Universia Brasil


Comentários da notícia