Economistas elevam projeção de inflação a 6,47% neste ano

14/04/2014 - Previsão do boletim Focus se aproxima ainda mais do teto de 6,5% Mercado continua apostando em mais uma alta de 0,25 ponto percentual RIO - Pela sexta semana consecutiva, economistas do mercado financeiro elevaram a projeção para a inflação deste ano. Agora, a expectativa é que o IPCA feche o ano em 6,47%, segundo a mediana das previsões do boletim Focus divulgado nesta segunda-feira pelo Banco Central. O número é bem próximo do teto da meta do governo, que é de 6,5%. Em relação à taxa básica de juros, os analistas continuam apostando em apenas mais uma alta de 0,25 ponto percentual, com a Selic encerrando 2014 a 11,25% ao ano (atualmente, está em 11% ao ano). Na semana passada, o BC divulgou a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), na qual há sinais de que o ciclo de altas dos juros — iniciado em abril do ano passado — pode estar perto do fim. O documento foi divulgado um dia após o IBGE divulgar o IPCA de março, que veio bem acima das expectativas do mercado, avançando 0,92% no mês e acumulando alta de 6,15% em 12 meses. Ainda na semana passada, em entrevista ao jornal americano "Wall Street Journal", o presidente do BC, Alexandre Tombini, afirmou que a pausa nas elevações "é uma possibilidade", mas destacou que a autoridade monetária ainda tem quase dois meses até o próximo encontro, quando o novo passo da política monetária será decidido. Em relação ao crescimento econômico para este ano, a mediana das projeções do Focus subiu levemente para 1,65%, contra a expectativa de 1,63% apurada na semana passada. Para o ano que vem, a previsão permanece em 2%, a mesma apontada há sete semanas consecutivas.
Fonte: O GLOBO


Comentários da notícia