Estresse e dinheiro são motivos para estudantes desistirem da faculdade

24/03/2014 - Estudo americano mostra que estresse e dinheiro motivam os estudantes a desistirem na faculdade. Será que a situação no Brasil é a mesma? Confira A cada 5 estudantes que começam cursos de graduação de 4 anos de duração nos EUA, apenas dois conseguirão o seu diploma O estudo norte-americano “Com toda a vida pela frente”, divulgado pela Public Agenda, aponta que a maioria das desistências da faculdade é motivada pelo dinheiro ou pelo estresse. Com a participação de mais de 600 pessoas com idades entre 22 e 30 anos, a pesquisa comparou estudantes que começaram um curso de graduação e não concluíram com aqueles que receberam um diploma de curso de dois a quatro anos de duração. Os dados apontam quem a cada 5 estudantes que começam cursos de graduação de 4 anos de duração, apenas 2 conseguiram o seu diploma. O principal motivo para a desistência é a necessidade de trabalhar para pagar as mensalidades causando um estresse e sentimento de estar sempre sobrecarregado nesses alunos. E no Brasil? A estudante Débora Barros, do Centro Universitário Ítalo Brasileiro (UniÍtalo), em São Paulo, vai na contramão da pesquisa: “nunca pensei em desistir porque sei que não voltaria para a universidade tão cedo.” Juliana Queissada, estudante da Faculdade Cásper Líbero, faz coro: “já passei por muito estresse e problemas com dinheiro, mas jamais desistiria do curso porque o que está em jogo é a minha formação profissional. Disso eu não abro mão”. E você? Já pensou em desistir do seu curso por um problema financeiro ou emocional? Compartilhe com a Universia Brasil a sua história no campo “comentário” que fica logo abaixo.
Fonte: Universia Brasil


Comentários da notícia