Instituto da Bahia promove curso para educadores africanos

20/03/2014 - Cooperação internacional - O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA) recebe nesta quarta-feira, 19, grupo de 63 africanos para a aula inaugural dos cursos de formação para professores e gestores em educação profissional e tecnológica. As atividades serão desenvolvidas na reitoria do instituto no Bairro do Canela, em Salvador, com o apoio da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) e da Assessoria Internacional do Ministério da Educação. Os cursos oferecidos a professores e gestores de centros e escolas de formação profissional dos países africanos de língua portuguesa terão duração de três meses e fazem parte das novas ações do programa Educação como Ponte Estratégica Brasil-África. A iniciativa foi proposta pelo MEC aos ministros da Educação de Angola, Cabo Verde, Moçambique e São Tomé e Príncipe, durante a reunião ministerial realizada em maio de 2013, em Salvador. Em novembro, o modelo dos cursos foi negociado entre os dirigentes de cada país durante a oficina de planejamento do Centro de Cooperação Brasil-África em Educação Profissional, realizada no IFBA. O curso de formação é resultado de um processo participativo e corresponde à primeira ação concreta do Centro de Cooperação. Será financiado de maneira compartilhada entre o MEC e os ministérios dos países participantes. O Centro de Cooperação tem como objetivo atender as demandas por formação específica dos países africanos, focando no apoio à formulação de políticas em educação profissional e tecnológica em cada país, na produção de estudos e pesquisas sobre educação profissional e tecnológica, na oferta de cursos de formação continuada para professores e gestores dessa área, bem como no apoio a oferta de novos cursos nos países participantes para que fortaleçam seus próprios programas e políticas de formação profissional. Assessoria de Comunicação Social
Fonte: MEC


Comentários da notícia