Da sala para o campus: estudantes desenvolvem aplicativo para facilitar interação entre alunos da UFC

19/03/2014 - O aplicativo objetiva permitir que o usuário encontre os locais de xerox, as bibliotecas, e ainda promover a relação dos estudantes Um grupo de estudantes da Universidade Federal do Ceará (UFC) teve a ideia de criar um aplicativo gratuito de celular para facilitar a interação entre os alunos. Intitulado iSA (Interação Social e Acadêmica), o aplicativo tem a intenção de permitir que o usuário encontre facilmente os locais de xerox, as bibliotecas, a localização dos banheiros, além de informar o cardápio diário do Restaurante Universitário e permitir a troca de mensagens instantâneas entre os usuários. Segundo o estudante do curso de Sistemas e Mídias Digitais, Nicolau Brasil, um dos idealizadores do iSA, a ideia do aplicativo nasceu na sala de aula, ainda no primeiro semestre de 2013, e seu desenvolvimento foi trabalho final da disciplina Desenvolvimento de Sistemas Multimídia. “Nós queremos deixar nossa contribuição à UFC, como um legado. Queremos ainda permitir que o aluno tenha um conhecimento mais amplo da universidade, sem ficar limitado só ao ambiente do seu curso. Com o iSA, abre-se a possibilidade de interagir com alunos de outros cursos, fazer novas amizades, descobrir novos lugares e se informar sobre eventos e happy hours”, explica o estudante. É possível utilizar o mural do aplicativo para publicar informações sobre palestras e eventos acadêmicos e culturais, além de receber informações sobre matrizes curriculares de todos os cursos da universidade. “O mural permite que os alunos exponham banners referentes a atividades acadêmicas, culturais ou de entretenimento de interesse dos estudantes”, comenta Nicolau Brasil. O iSA também pretende promover a relação dos estudantes, principalmente intercursos, que dispõem de poucos ambientes comuns para convivência. Com o app, os estudantes da UFC e outros interessados podem se relacionar por meio do chat. Lançamento Além da participação de Nicolau Brasil, o projeto conta com o desenvolvimento dos alunos Afonso Neto, Daniel Carlos e colaboração de Guilherme Rodrigues, Israel Carlos e Lucas Rafael, sob a orientação dos professores Edgar Marçal e Rafael Carmo, do Instituto Universidade Virtual (UFC Virtual). Todo o desenvolvimento foi feito com recursos dos próprios alunos. O aplicativo, lançado em fevereiro deste ano, é destinado, a princípio, apenas ao campus do Pici. Entretanto, o objetivo dos estudantes é levar adiante as pesquisas e atualizações do app. No primeiro dia de lançamento, o aplicativo obteve 87 downloads. Inicialmente, o aplicativo está disponível apenas para Iphone, mas em breve serão lançadas versões nas plataformas Android e Windows Phone. “Passar quatro anos em uma universidade e se limitar a ficar só no ambiente do seu curso, não é a melhor maneira de viver o universo acadêmico. A nossa ambição é desmistificar o ditado ‘saímos da faculdade, mas a faculdade não saiu da gente’. Dessa forma podemos dizer que, quando todos se graduarem, a faculdade sairá da gente e nós não sairemos da faculdade”, conclui Nicolau. Roberta Tavares em Fortaleza
Fonte: Tríbuna do Ceará


Comentários da notícia