Viabiliza a otimização de custos, ampliação de proventos e integralização da não receita, mediante análise criteriosa das despesas e investimentos (atividades-fim e meio). Redimensiona a equação custo/benefício/produtividade no planejamento econômico-financeiro de curto, médio e longo prazo, para rentabilidade institucional. Atua ainda em due diligencie para intermediação (compra, venda e fusão).


1. Análise Financeira e de Custos

• Compreende a interpretação das demonstrações financeiras e do balanço patrimonial que permite análise horizontal e vertical dos indicadores econômicos e financeiros.
• Abrange estudo do capital: de giro, fixo, de terceiros, próprio e análises gerenciais setorizadas.


2. Planejamento Financeiro e Dotação Orçamentária

• Mantém foco na redução e/ou otimização dos custos e redirecionamento dos investimentos.
• Abrange captação e melhor alocação de recursos para consecução dos objetivos institucionais.
• Promove a melhoria na tomada de decisão pela implantação/aperfeiçoamento do sistema de custos, fontes de receitas com rubricas por cursos e setores.
• Visa a redução da inadimplência, geração de controle e procedimentos proativos de negociação.


3. Plano de Investimentos

• Define diretrizes estratégias de investimentos para a Instituição
• Permite o gerenciamento de ativos e passivos.
• Abrange o monitoramento e análise dos principais riscos existentes no negócio.


4. Compatibilização financeira do Plano de Carreira Docente

• Permite gerir a carreira docente considerando a sustentabilidade institucional.
• Viabiliza atendimento aos indicadores de titulação, regime de trabalho e composição do NDE.
• Atende à CLT, legislação trabalhista e convenções coletivas, no limite territorial.
• Otimiza o custo docente como variável estratégica para o negócio.


5. Compatibilização financeira do Plano de Cargos e Salários

• Permite gerir a carreira do corpo técnico-administrativo, da remuneração e benefícios.
• Viabiliza atender indicadores de apoio acadêmico requeridos nos processos avaliativos do MEC.
• Atende à CLT, legislação trabalhista e convenções coletivas da categoria, no limite territorial.
• Otimiza custos como variável estratégica para o negócio.
• Adota um processo de avaliação do desempenho.


6. Programa de Bolsa de Estudos

• Revisão de diretrizes para concessão de bolsas, conforme a natureza jurídica da instituição.
• Planejamento para oferta de descontos, impactando positivamente no orçamento institucional.
• Estabelecimento de critérios para financiamento, parcerias e alianças para concessão do benefício.


7. Negociação da Inadimplência

• Visa redução da inadimplência por meio de medidas acadêmicas e administrativas, sinalizadores, contatos ativos e negativação, entre outros.
• Propõem-se medidas para alteração da cultura do não pagamento e diretrizes para gestão financeira, modalidades de cobrança e critérios para terceirização.


        

Nome: 

Email:

Telefone: 

Instituição/Empresa: 

Cargo/Função: 

Mensagem/Solicitação: 

 

Viabiliza a otimização de custos, ampliação de proventos e integralização da não receita, mediante análise criteriosa das despesas e investimentos (atividades-fim e meio). Redimensiona a equação custo/benefício/produtividade no planejamento econômico-financeiro de curto, médio e longo prazo, para rentabilidade institucional. Atua ainda em due diligencie para intermediação (compra, venda e fusão).


1. Análise Financeira e de Custos

• Compreende a interpretação das demonstrações financeiras e do balanço patrimonial que permite análise horizontal e vertical dos indicadores econômicos e financeiros.
• Abrange estudo do capital: de giro, fixo, de terceiros, próprio e análises gerenciais setorizadas.


2. Planejamento Financeiro e Dotação Orçamentária

• Mantém foco na redução e/ou otimização dos custos e redirecionamento dos investimentos.
• Abrange captação e melhor alocação de recursos para consecução dos objetivos institucionais.
• Promove a melhoria na tomada de decisão pela implantação/aperfeiçoamento do sistema de custos, fontes de receitas com rubricas por cursos e setores.
• Visa a redução da inadimplência, geração de controle e procedimentos proativos de negociação.


3. Plano de Investimentos

• Define diretrizes estratégias de investimentos para a Instituição
• Permite o gerenciamento de ativos e passivos.
• Abrange o monitoramento e análise dos principais riscos existentes no negócio.


4. Compatibilização financeira do Plano de Carreira Docente

• Permite gerir a carreira docente considerando a sustentabilidade institucional.
• Viabiliza atendimento aos indicadores de titulação, regime de trabalho e composição do NDE.
• Atende à CLT, legislação trabalhista e convenções coletivas, no limite territorial.
• Otimiza o custo docente como variável estratégica para o negócio.


5. Compatibilização financeira do Plano de Cargos e Salários

• Permite gerir a carreira do corpo técnico-administrativo, da remuneração e benefícios.
• Viabiliza atender indicadores de apoio acadêmico requeridos nos processos avaliativos do MEC.
• Atende à CLT, legislação trabalhista e convenções coletivas da categoria, no limite territorial.
• Otimiza custos como variável estratégica para o negócio.
• Adota um processo de avaliação do desempenho.


6. Programa de Bolsa de Estudos

• Revisão de diretrizes para concessão de bolsas, conforme a natureza jurídica da instituição.
• Planejamento para oferta de descontos, impactando positivamente no orçamento institucional.
• Estabelecimento de critérios para financiamento, parcerias e alianças para concessão do benefício.


7. Negociação da Inadimplência

• Visa redução da inadimplência por meio de medidas acadêmicas e administrativas, sinalizadores, contatos ativos e negativação, entre outros.
• Propõem-se medidas para alteração da cultura do não pagamento e diretrizes para gestão financeira, modalidades de cobrança e critérios para terceirização.


        

Nome: 

Email:

Telefone: 

Instituição/Empresa: 

Cargo/Função: 

Mensagem/Solicitação: 

 
desenvolvido por ad/mustache